Painel 640 – Economista Harri Goulart Gervásio 04/02/2020

O Papai Noel esta chegando.

Há esta hora o bom velhinho já deve estar em volta das renas. Será que ele vai vir de mascara? Terá coragem de encontros presenciais ou tudo será virtual? Brincadeiras a parte, com certeza este final de ano será a bem diferente de todos os outros. Festas em grupos restritos. Alguns parâmetros já foram estabelecidos com comemorações de no máximo dez pessoas. E aí, quem vai ser convidado? Tem gente que vai ficar de nariz torcido por ficar fora. A sugestão é escolher um grupo para o natal e outro para o fim do ano, contentando mais pessoas. Se as vacinas já estivessem disponível seria um bom presente…. Por falar em presente, lembra-se de consumo. Já tem gente adiantando as compras e para isto falam em dois motivos: medo de que os preços aumentem muito nas proximidades das datas e também o perigo de que alguns produtos fiquem em falta. É bom lembrar que os preços, tirando a ganancia dos comerciantes, variam de acordo com a demanda e esta vai ser impulsionada. Outro fator de que deve ser levado em conta é a falta de oferta motivada pela paralização na produção devido à pandemia. Sendo considerados estes dois fatores, tecnicamente, é provável que os preços aumentem próximo à data destes eventos. Além do fator preço o consumidor vai ter que demonstrar certa habilidade com a possibilidade de substituir produtos. Sem aquele, compro este! Todo o cuidado com o orçamento é importante principalmente para aqueles que estão, ainda, recebendo o auxilio emergencial, pois ele vai acabar. A palavra para este final de ano é prudência.

Expectativa empresarial em queda.

O Índice de Confiança Empresarial calculado pela Fundação Getúlio Vargas caiu novamente em novembro refletindo a mudança de expectativa motivada pelo aumento de incerteza no que se refere aos rumos da pandemia nos próximos meses. Existia uma expectativa de que no final do ano os índices de contaminação e mortes já estariam em declínio, mas o que esta acontecendo é diferente. Este índice reúne dados da Indústria, Serviços, Comércio e Construção e leva em conta o peso de cada setor na economia, e são fornecidos pelo IBGE. Os números pioraram atingindo diretamente nos ânimos dos empresários, e isto vai afetar a economia. A redução na confiança vai ocorrer em quase todos os setores, menos a indústria que segue em situação favorável. O setor de serviços, que é o mais representativo no bolo econômico, se encontra no nível mais baixo de todos os tempos. Já a indústria manteve a tendência de crescimento com o aumento da satisfação com o momento atual, mas com um arrefecimento no otimismo para os negócios nos próximos seis meses. No que se refere ao comércio foi percebida uma piora na percepção do momento. Os números demonstram uma enorme distancia entre a confiança da indústria e dos demais setores. Enquanto a indústria vive uma boa fase o setor de serviços, que tem uma alta representatividade na economia, convive com momentos de grandes dificuldades. As perspectivas no curto prazo são de incertezas, o que alimenta o pessimismo. Horizontes mais claros somente com a vacina.

OCDE vê curto prazo incerto.

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico afirma que o panorama no curto prazo a nível mundial é incerto, mas diz que existem perspectivas favoráveis de uma saída da crise graças às vacinas. Com isto reduziu a previsão de crescimento econômico do mundo de -5% para -4,2% em 2021. Em 2020 a expectativa é de uma queda de -4,2%. Para o Brasil, em 2020, a previsão é de uma redução no PIB de -6% e para 2021 a alta será de 2,6%. Segundo eles, todos os países no ano que vem sairão do vermelho. Dizem com todas as letras que ninguém deve ter ilusões no curto prazo, pois as perspectivas de incertezas continuam e o convívio como o vírus ainda por mais seis ou nove meses vai ser complicado. Todos estes dados são muito importante, pois permitem uma visão ampla do que pode acontecer tanto no curto como no longo prazo. A pandemia esta aqui e vai permanecer ainda por um bom tempo. Existe grande esperança com a chegada das vacinas nos próximos meses, contando que a logística da aplicação seja favorável e rápida. Tenha certeza que os estragos desta pandemia romperão fronteiras e levará um bom tempo para serem recuperados. O mais correto é que todos se mantenham com o maior cuidado possível. Um dia isto vai passar, somente ainda se desconhece o quando!

Pense.

Não aumente o tom da sua voz, melhore os seus argumentos.

Os comentários estão encerrados.

WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: