Vende-se CONFIANÇA – APARTAMENTOS NOVOS na Capital das Praias/RS

A 100m do mar, no Ed. Palm Beach Residence, com alto padrão construtivo : hall de entrada decorado, área social mobiliada, decorada e climatizada, sistema de segurança completo, Salão de Festas, academia, brinquedoteca, elevador para 8 pessoas, medidores individuais de água e gás.

R$ 145.000,00 ( a partir )

                         

Painel 607 – Economista- Harri Goulart Gervásio- 16/03/2020

Previsões e prognósticos.

Tem algumas pessoas que desconhecem o significado de previsões e prognósticos e outras se aproveitam dos resultados para embasar comentários e análises no desejo de confirmar suas opiniões. Quem faz previsões tenta antever cenários futuros, porém muito longe destes serem precisos porque com o decorrer do tempo algumas variáveis podem ser alteradas e muda ao resultado. O normal é que os prognósticos e projeções sejam reavaliados e recalculados periodicamente, considerando sempre as variáveis atuais e destas olhar o futuro possível. Imagine um meteorologista que se atreva prever o tempo num espaço de trinta dias. Sua margem de erro será enorme e muitos vão apontar o seu engano. O mais correto é observar o médio e o curto prazo, vendo as probabilidades no mês, na semana e nas próximas 48 horas nesta diminuído muito a margem de erro. Em economia é bastante semelhante. Os profissionais da área tomam como base as variáveis conhecidas e os últimos resultados e baseado nisso tentam projetar os cenários futuros. Estas previsões têm que serem reavaliadas periodicamente considerando novos fatos e eventos e alteração a naqueles dados considerados. Dificilmente as projeções de longo e médio prazo são confirmadas porque a conjuntura é variada e interdependente, onde ocorrem modificações em cadeia, e quando muda uma variável, alterada as demais devido a interligação. Mesmo com o conhecimento de que as projeções possam ser modificadas elas servem como orientação para negócios e investimentos, demonstrando o que pode acontecer, possibilitando o planejamento de ações. O que é indevido é a critica de prognósticos feitos num horizonte de médio prazo e que deixem de acontecer. Deve ser analisado o como e o porquê do resultado.

PIB de 2019 sem surpresas.

Entendendo o que acima foi colocado é bom analisar o comportamento da mídia, que de uma maneira infantil analisou o resultado do PIB de 2019, dizendo que os analistas erram na previsão do crescimento da economia brasileira. Pegaram como parâmetro o dado de janeiro de 2019 que previa um crescimento de 2,5% e compararam com o resultado final, 1,1% publicado na semana passada. Se assim for considerado o erro aconteceu, mas para melhor esclarecimento os dados devem ser tratados de outra maneira. Na minha coluna de 13/12/2019, aqui na Gazeta, no segundo item Mercado Financeiro, descrevi o caminhar da economia, onde o mercado, através de dados do Banco Central, previa em janeiro um crescimento de 2,5% prevendo em julho um crescimento de 0,82% e na data da coluna a aposta era em 1,1%. Portanto o mercado estava certo, pois o dado divulgado agora em março acusou 1,1%. Tenham a certeza de que nem o mercado e nem o governo foram surpreendidos por este resultado. O que se pergunta é se a mídia fez uma analise indevida ou foi mal intencionada. A verdade é que o resultado foi ruim, mas dentro das expectativas pelo aconteceu durante o ano.

Desabando.

No inicio deste ano o mercado projetava um crescimento da economia brasileira de 2,3%. De lá para cá veio o coronavírus e as projeções caíram bastante. A segunda maior economia do mundo enfrenta sérios problemas  que começaram com o vírus e hoje já atinge toda a conjuntura econômica. Já projetam um PIB chinês crescendo menos de 3% este ano o que seria um enorme obstáculo para o mundo como um todo. Basta dar uma olhada para o mapa e ver por onde o vírus já anda mexendo na saúde e no consumo. São escolas fechadas e espetáculos sem publico ou cancelados. Exportações que deixam de ser recebidas como por aqui no caso brasileiro. Na segunda feira o Boletim Focus fez mais uma correção na projeção do PIB sinalizando o fechamento do ano em 1,99%. Nas próximas semanas os números poderão ser menores, pois vão considerar a instabilidade das bolsas de valores pelo mundo e outros eventos. A guerra pelo volume de produção e preço do barril de petróleo assusta, pois vai respingar em todos. Com a declaração de pandemia pela OMS a coisa vai piorar. Já tem gente dizendo que a crise mundial será igual à de 2008.  O momento é extremamente delicado e exige cautela. São gastos que deixam de ser realizados e investimentos postergados. Esta pintando um ano muito difícil tanto para os países desenvolvidos como para nós os subdesenvolvidos. O Brasil além de lidar com os problemas internos vai ter que conviver com os externos. Haja folego!

Pense.

Se a vida estiver amarga, dá uma rebolada, as vezes o açúcar esta lá no fundo.  

Aluga-se Confiança – Apartamento

Localizado na Rua Coronel Coriolano Castro, nº 989/101, contendo: sala, cozinha, 1 dormitório, banheiro e área de serviço.

                     R$ 780,00 + condomínio e box.

Vende-se Confiança – Chácara

Chácara com 1,94 hectares de campos e matos, localizada no Rincão Nossa Senhora das Graças, a 4 quilômetros do centro de Caçapava do Sul, ficando a 1 quilômetro do asfalto da ERS 357, rodovia para Lavras do Sul. Possui casa de alvenaria com 100m2 de área construída contendo: dois dormitórios, sala, varanda com lareira, copa e cozinha, área de serviço, banheiro e garagem.  Uma peça grande no sótão com entrada externa. Toda fechada com arames em boas condições, luz elétrica, água da Corsan e açude. R$ 190.000,00

Painel 599- Economista Harri Goulart Gervásio- 20/11/2019

Fazendo a sua parte.

Sem duvida nenhuma o governo federal esta tomando medidas e propondo mudanças na estrutura do setor público, muito desejadas e esperadas, mas que permaneciam na esperança. Quase que a totalidade dos brasileiros tinha consciência de que os governos provocaram um crescimento do seu poder muito acima do necessário. Foram abocanhando funções do setor privado criando uma super máquina geradora de poder e de voto. É a socialização da economia! Outro fato que também evoluiu com o tempo foi à centralização de recursos nas mãos do poder central, deixando municípios e Estados sempre com o chapéu na mão. A situação já tem tempo, mas faltava coragem e determinação para propor mudanças. Agora o Governo Federal através de MP e PEC esta disposto a alterar este quadro. Após a aprovação da Reforma da Previdência se intensificou as ações e o que se vê é uma enxurrada de propostas. No que se refere a privatizações o inicio foi o projeto Eletrobrás e aí o governo vai eliminar todos os penduricalhos que fogem as suas funções. É o liberalismo! Por decreto foram extintos 334 órgãos colegiados e também revogados 257 decretos que dificultam e burocratizam a vida de pessoas e empresas. É uma tentativa clara e abrangente de reestruturar o setor público com ações especifica que nunca foram propostas.  

PEC DO PACTO FEDERATIVO.

Nesta proposta de emenda constitucional o governo altera o conjunto de regras e determina como são distribuídos e gastos os recursos arrecadados pela União, estados e municípios. Um dos itens prevê que a União deve repassar cerca de R$ 400 bi a estados e municípios em relação à divisão de recursos do pré-sal. Na verdade esta sendo feito um novo pacto federativo onde os estados e municípios terão mais recursos, mas também serão mais fiscalizados. Diz o executivo que os governadores e prefeitos tem maior conhecimento de suas necessidades e podem assim fazer uma melhor utilização. Esta descentralização será benéfica, mas em contrapartida vai exigir uma série de regras e compromissos que terão que ser cumpridas e já estão definidas nesta proposta que foi entregue ao Congresso que dará a palavra final sobre o assunto. Nesta PEC esta incluído a extinção de municípios com até 5.000 habitantes e que tenham apenas 10% de receita própria em relação a receita total, ou seja aqueles que vivem apenas as custas de repasses. Só aqui no Rio Grande do Sul seriam 226 das 497 cidades gaúchas que seriam incorporadas em outros municípios. Esta proposta com certeza encontrará forte resistência politica. Também esta sendo proposto que os limites mínimos de aplicação na saúde e educação sejam fundidos permitindo que o gasto de uma seja compensado na outra.

PEC EMERGENCIAL.

Aqui o governo demonstra claramente a preocupação com o nível de investimentos no país que,  no ano que vem, chegará ao menor nível da série histórica. Como todos sabem, sem investimentos é impossível  o processo de desenvolvimento. Já há bastante tempo o Brasil enfrenta este problema, sendo que as despesas correntes corroem toda a arrecadação, sobrando míseros reais para investir. Para sobrar mais o governo propõe reduzir despesas obrigatórias que engessam o orçamento e com isto o governo vai ter maior liberdade na aplicação dos recursos. Neste projeto o governo propõe que o salario mínimo fique dois anos sem reajustes acima da inflação, ou seja, o valor será reajustado apenas pelo índice inflacionário sem o crescimento do PIB. Para o ano que vem consta no orçamento que o salario mínimo nacional será de R$ 1.039,00.

Mais empregos.

Mais uma iniciativa do executivo foi lançada no Programa Verde e Amarelo que visa gerar mais de 2 milhões de empregos até 2022. Beneficiara jovens de 18 a 29 anos, no primeiro emprego com carteira assinada. O teto de remuneração será de 1,5 salários mínimos. As empresas que participarem deste programa terão desoneração substancial na folha de pagamento, reduzindo o custo da mão de obra e incentivando novas contratações. Este programa foi lançado através de MP e o Congresso tem 120 dias para analisa-lo. Além da restruturação total do setor publico o governo lança programas e projetos que visam ativar a economia e ao mesmo tempo mostra a sua intenção de, com novos tempos, tornar um país mais confiável, atraindo investimentos.

Depende deles.

É bom que fique claro que por parte do Governo Federal são programas e propostas que dependem do Congresso Nacional. Seria importante nesta hora que fossem deixado de lado os ranços políticos partidários e pensar naquilo que realmente é melhor para o Brasil. A bola esta na mão deles!

Pense.

A felicidade é para ser vivida e não exposta.  

Compre casa

CASA de alvenaria com 100m2 de área construída, localizada      na Rua Passo das Tropas, 177 a 30 metros da Avenida Pinheiro  Machado, proximidade do Mercado Center, contendo: dois  dormitórios, sala, varanda, cozinha, banheiro, garagem,  área de  serviço com churrasqueira e galpão com lavanderia. Terreno com 11 m de frente por 16,30 m de frente a fundos.

R$ 230.000,00

Indicadores de Confiança

ECONOMIA

Salário Mínimo
Salário Mínimo Nacional = R$ 998,00 – R$ 33,26 p/ dia e R$ 4,53 p/ hora.
Salario Mínimo Regional = R$ 1.196,47/ 1.224,01/ 1.251,78/ 1.301,22/ 1.516,26

Construção Civil – março de 2019
CUB/RS – Sinduscon/RS
Residência Unifamiliar (normal) – R$ 1.820,35 m2. / variação 12 meses = 3,69 %
Residência Multifamiliar (normal) – R$ 1.511,24 m2. / variação 12 meses = 4,65%
Mão de obra – Valores pagos – Sinduscon
Pedreiro = R$ 7,15/h
Servente = R$ 5,76/h

Taxas de Inflação – Índices de Preços – março de 2019
IGP–M (FGV) = 1,26% / acumulado 12 meses = 8,27%
INCC-M ( FGV) = 0,19% / acumulado 12 meses = 4,11%

Reajuste de aluguéis (exemplo) – Anual, corrigido por um índice de inflação escolhido pelas partes, acumulado dos últimos 12 meses.
Ex: aluguel R$ 200,00(12º. mês mar.) + 8,27% (IGPM) = Novo valor (abr) = R$ 216,54.

Taxa Selic = 6,50 % a.a.
Taxa de Juro de Longo Prazo (TLP) = 6,26% a.a.

Por Harri Gervásio

05/04/2019

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora